________________Um Navio Ibérico para o Atlântico: construção naval, vida a bordo e a escala de Angra nos séculos XVI e XVII



Este projecto interdisciplinar, onde a história, a arqueologia, a ecologia e a biologia se cruzam, tem como objectivo o estudo integrado do sítio arqueológico de naufrágio Angra D, descoberto e escavado em 1998 na baía de Angra, e das fontes escritas e iconográficas relacionadas com a navegação no Atlântico e neste porto. O sítio de Angra D é excepcional pelo seu estado de conservação, tendo permitido a recolha de abundantes materiais relacionados com a vida a bordo e a navegação, como cerâmicas, vidros, metais, couros, fauna e ictifauna, além de uma considerável parte da estrutura do navio em madeira. Uma análise preliminar do contexto indica que se trata de uma embarcação de alto bordo, construída na Península Ibérica em finais do século XVI, ou nas primeiras décadas do século XVII, envolvida na navegação transoceânica ao serviço de Portugal ou Castela.

O projecto conduzirá a uma reconstituição do navio e do seu contexto histórico-cultural. A diversidade e qualidade das fontes escritas e arqueológicas permitirá abordar diversas problemáticas relacionadas com a construção naval (matérias primas, gestão dos recursos florestais, técnicas de construção e arquitectura naval e organização da produção, áreas em que a análise da anatomia das madeiras e a dendrocronologia são cruciais), a vida a bordo (alimentação, hierarquia e organização social) e a organização do navio (estiva e organização do espaço a bordo). Elas possibilitarão, também, aumentar o conhecimento sobre as condições de navegação no Atlântico e a organização da escala de Angra, assim como a construção da paisagem cultural marítima resultante das funções portuárias assumidas pela cidade a partir do século XV.

A equipa do projecto inclui por isso especialistas de várias áreas, capazes de dar resposta aos objectivos do projecto, através de uma estratégia de investigação interdisciplinar inovadora.

Entidade responsável: Centro de História de Além-Mar, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e Universidade dos Açores.

Duração: 2010-2013.

Investigador Responsável: José Damião Rodrigues

Arqueólogo Responsável pelos trabalhos subaquáticos: José António Bettencourt

Referência do Projecto | Financiamento: PTDC/HIS-ARQ/104084/2008 | Fundação para a Ciência e a Tecnologia


© Centro de História Além-Mar - FCSH-UNL|UAç