HOME

 

OCEANICA

Newsletter da Cátedra UNESCO »O Património Cultural dos Oceanos»

n.º 5 (Novembro, 2017)

Disponível on-line aqui

 

Email para o envio de informações, notícias e sugestões de divulgação oceanheritage.news@fcsh.unl.pt

 

Projecto CONCHA

Foi aprovada a candidatura ao programa Europeu MSCA-RISE, “CONCHA: The construction of early modern global Cities and oceanic networks in the Atlantic: An approach via Ocean’s Cultural Heritage”, liderada pelo Prof. João Paulo Oliveira e Costa e coordenada por Cristina Brito (CHAM / NOVA FCSH— UAc). Este é um projecto de intercâmbio de investigadores que inclui 11 instituições parceiras da Europa, África e Américas, com a duração de 4 anos, durante os quais estão previstas numerosas atividades de investigação, educação e de disseminação científica. Este projecto relaciona-se diretamente com os objetivos da Cátedra UNESCO “O Património Cultural dos Oceanos”. O projecto CONCHA tem como principais objectivos explicar como diferentes cidades portuárias se desenvolveram, em torno do Atlântico, do final do século XV ao início do XVI,nem interação com diferentes ambientes e economias, numa escala local, regional e global.

Relatório UNESCO

Foi recentemente publicado um relatório sobre o contributo das Cátedras

UNESCO para a implementação da educação em prol do desenvolvimento

sustentável. O relatório pode ser lido aqui

Conferência Internacional em Humanidades Ambientais

O Instituto Franklin da Universidade de Alcalá (Espanha) organiza, entre 3 e 6 de Julho de 2018, a Conferência Internacional em Humanidades Ambientais. Histórias, Mitos e Artes para a Mudança. As humanidades ambientais questionam a divisão entre as ciências humanas, sociais e naturais, perante a necessidade de dar resposta aos desafios atuais. A conferência visa contribuir para a afirmação desta temática em Espanha. A chamada para artigos está aberta até 14 de Janeiro.

+ info

Image “S.S. Maheno” by Michael Dawes, CreativeCommons (CC BY-NC 2.0) license: http://goo.gl/9EbOiQ

 

Conferência Sociedade  e o Mar

A Universidade de Greenwich (Londres, Reino Unido) e a National Maritime estão a preparar uma conferência sobre a importância dos oceanos e das zonas costeiras para o desenvolvimento sustentável, que terá lugar entre 6 e 7 de Setembro de 2018, na Universidade de Greenwich. A chamada para apresentações abrirá em breve.

+ info

O projecto NORFISH

Poul Holm, do Trinity College Dublin, está a desenvolver um projeto, patrocinado pelo European Research Council, sobre as pescas e os stocks de peixe no Atlântico Norte (NORFISH). O objectivo é fazer uma História Ambiental desta região entre 1400 e 1700, analisando os impactos da intensificação da pesca e as consequências da Pequena Idade do Gelo, que alterou significativamente os ecossistemas.       Procura-se, através deste exemplo, compreender como as pessoas gerem os fenómenos globais e as

alterações climáticas, uma questão fundamental face aos desafios de hoje.

+ info

No último número da International Journal of Maritime History saiu um artigo de duas investigadoras da Cátedra “O Património Cultural dos Oceanos”. Nina Vieira e Cristina Brito escreveram “Brazilian manatees (re)discovered: Early modern accounts reflecting the overexploitation of aquatic resources and the emergence of conservation concerns”. O artigo pode ser lido aqui:

http://journals.sagepub.com/eprint/YAchQgasIMUysikSkGc2/full

 

 

 

 

 

 

Disponível on-line a brochura «O que é o património cultural subaquático»

https://issuu.com/cbc_unesco_pt/docs/patrimonio_subaquatico_nov16

 

 

 

 

Boas práticas relacionadas com o Património Cultural Subaquático

Seguindo a resolução MSP 4/5 da quinta sessão da reunião dos Estados partes na Convenção de 2001 sobre a Protecção do Património Cultural Subaquático, que teve lugar nos dias 28 e 29 de Abril de 2015, os Estados partes são convidadas a fornecer exemplos de melhores práticas relacionadas com o património cultural subaquático.

Para este fim, um formulário foi desenvolvido pelo Secretariado da UNESCO para facilitar os Estados-membros a apresentação destes exemplos. As respostas permitirão ao conselho consultivo científico e técnico da UNESCO (STAB) elaborar um inventário das melhores práticas para utilização de todos os Estados partes na Convenção de 2001.

Download do formulário

 

E-mail: catedraunesco.oceanos@fcsh.unl.pt