Grupos de Investigação

HOMEEnglish
Configurações Políticas e Institucionais Apresentação

Este grupo carrega a herança de uma extensa série de trabalhos de história política e institucional do império português, que no início da actividade do CHAM se concentrou na Idade Moderna, com especial atenção para o Atlântico Norte e o Estado da Índia.Ao longo dos anos, e em diálogo com as mais recentes tendências historiográficas que procuraram reavaliar a efectiva capacidade de afirmação de indivíduos e colectivos distantes do reino, foram ganhando volume os estudos dedicados ao século XIX e aos territórios sul-americanos. Paralelamente, desenvolveu-se também o interesse pelas lógicas de funcionamento interno de importantes instâncias de administração, apoio e aconselhamento da Coroa, como, por exemplo, o Conselho da Fazenda, o Conselho Ultramarino e a Secretaria de Estado da Marinha e do Ultramar.

A revisão dos objectivos do Centro e o ingresso de um novo e alargado conjunto de investigadores no segundo semestre de 2013 levou a redefinir este grupo como um espaço de reflexão e análise das múltiplas formas do político e das instituições e agentes que deram corpo ao poder, em territórios muito diversos, desde os finais do século XIV até à actualidade.


Promovemos e incentivamos investigações sobre princípios de governação, esferas de autoridade, modalidades de mando, guerra, diplomacia, representações de poder e expressões de nacionalidades, cruzando conceitos e abordagens características de várias disciplinas das Ciências Sociais, das Artes e das Humanidades. Promovemos também o levantamento e a descrição de fundos documentais e grandes acervos para a história de entidades envolvidas na configuração de corpos políticos e de suas fronteiras.


Os nossos debates internos organizam-se a partir dos trabalhos de três equipas: “Formas de representação e governo”, “Instituições religiosas” e “História militar”.