Grupos de Investigação

HOMEEnglish
Economias, agentes e culturas mercantis Apresentação

Esta linha de investigação tem por objectivo fomentar, no seio dos seus investigadores, reflexões que abarcam um vasto leque de problemáticas que vão desde a produção económica, exploração da propriedade, comércio e seus circuitos, empresas, transportes, consumo de bens e serviços, preços, salários, mercados, navegação, portos e seus agentes e culturas mercantis nos seus diversificados aspectos, até ao debate sobre conceitos fundamentais para a história económica como, por exemplo, globalização, circulação, centros, periferias, fronteira. Procura-se, deste modo, desenvolver uma panóplia de contributos, potenciadora de novas leituras e interpretações da modernidade económica e seu contributo para o aparecimento do estado moderno (fiscalidade e o aperfeiçoamento das finanças públicas), dando especial atenção ao papel central dos impérios nesta mesma modernidade e na própria configuração da contemporaneidade com toda uma série de acontecimentos associados (imperialismo, dependência, colonialismo e pós-colonialismo) resultantes do alargamento dos diversos espaços económicos até à sua eventual fusão num mercado dito global, que incentiva o aumento de todo o tipo de trocas, mas que também introduz desigualdades crescentes e especializações económicas.

Mais do que expandir áreas, que de uma ou outra maneira já foram estudadas, pretende-se explorar determinadas realidades transversais no tempo e no espaço, com ênfase para as metodologias da História comparada, nomeadamente dos vários impérios, de forma a propiciar um acréscimo de conhecimento nesta área de investigação história.

No que diz respeito a objectivos mais específicos, o grupo de investigação visa promover o trabalho de pesquisa académica no âmbito de redes científicas nacionais e internacionais, assim como apoiar todos os seus investigadores no desenvolvimento de projectos científicos, não esquecendo o papel fundamental de projectos colectivos.

Promover, organizar e participar em vários eventos científicos e académicos em Portugal e no estrangeiro, em associação com outras unidades de investigação, são alguns destes mesmos objectivos.