Actividades

HOMEEnglish
Notícias

04-07-2016

Revista «Práticas da História: Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past»

Disponível on-line o n.º 2.

Nota Editorial 

O segundo número da revista Práticas da História: Journal on Theory, Historiography and Uses of the Past aprofunda e diversifica as questões exploradas no número anterior, abrangendo novas áreas temáticas e metodológicas de modo a alargar o exercício de discussão a que nos propusemos. 


Neste sentido, secção de artigos abre com um texto de Jeffrey Barash sobre a noção de ‘memória colectiva’, no qual o autor procura discutir a relação entre tempo, memória e passado histórico. Segue-se uma análise da historiografia a profissional brasileira, elaborada por João Ohara a partir dos conceitos de ‘virtude epistémica’ e ‘persona académica’ propostos por Herman Paul. O terceiro artigo, de Marcello de Assunção, aborda a con urgência entre a produção historiográfica portuguesa dos anos quarenta do século XX e o discurso salazarista sobre a unidade histórica entre Brasil e Portugal, com enfoque na revista Brasília. Em seguida, Daniel Alves examina o discurso sobre tecnologias digitais no campo das Humanidades, questionando a dimensão inovadora desse discurso bem como o contexto em que este se tem desenvolvido. Esta secção conclui com um artigo de Tomás Vallera sobre os pressupostos implícitos em estudos portugueses sobre a história da polícia. 

Para além destes artigos, a revista conta ainda com cinco outros textos. Lais Pereira contribui com um ensaio que, partindo de uma análise da exposição Os Inquéritos [à Fotogra a e ao Território]: Paisagem e povoamento, reflecte sobre a história das práticas fotográficas no Portugal contemporâneo. Na secção Testemunho, Fernando Rosas revisita o seu percurso historiográfico co desde os anos setenta, em conversa com Luís Trindade. Publicamos ainda uma entrevista conduzida por Elisa Lopes da Silva ao historiador britânico Patrick Joyce, abordando  questões como o impacto da dimensão de classe ou das suas origens irlandesas no trabalho que tem realizado. Por m, este número contém uma recensão de Miguel Cardina ao livro Regressos Quase Perfeitos. Memórias da Guerra em Angola (de Maria José Lobo Antunes) e uma recensão de Ana Catarina Pinto ao livro Entre a Morte e o Mito: Políticas da memória da I Guerra Mundial (1918-1933) (de Sílvia Correia). 

Mais informações | For more information(Web)