Publicações

HOMEEnglish
Publicações
O Estado da Índia e os Desafios Europeus,

Actas do XII Seminário Internacional de História Indo-Portuguesa



A competição entre os Portugueses e os demais europeus pelo domínio das rotas da Ásia e pela afirmação de zonas de influência nesse continente longínquo, começou antes da viagem de Vasco da Gama, com as expedições castelhanas e inglesas em direcção ao Ocidente. Prosseguiu, depois, de forma discreta, ao longo dos século xvi, quando só a Coroa castelhana foi capaz de desafiar pontualmente a hegemonia portuguesa, sobretudo após o estabelecimento nas Filipinas. O monopólio lusos da rota do Cabo afastou as outras potências do Índico enquanto a Coroa portuguesa era capaz de manter uma polítia de neutralidade europeia e de fornecer aos seus parceiros comerciais os produtos orientais tão desejados.

Após a integração na monarquia filipina, Portugal sujeitou-se a uma nova política externa, marcada pelo conflito com os seus antigos aliados, a Inglaterra e os Países Baixos. Após a derrota da Invencível Armada, o Índico tornou-se acessível para os inimigos de Madrid e de Lisboa, e o Estado da Índia foi surpreendido pela chegada de rivais inesperados, que tinham os meios humanos e militares capazes de romper com as tradições asiáticas a que os Portugueses se tinham adaptado numa situação de supremacia.






O Estado da Índia e os Desafios Europeus, Actas do XII Seminário Internacional de História Indo-Portuguesa, João Paulo Oliveira e Costa (ed.), Lisboa: CHAM, CEPCEP, 2010, 677p., (Colecção Estudos & Documentos, 7)

ISBN: 9789899556386




Disponível em Acesso Aberto no RUN - Repositório da NOVA(Web)