Projectos

HOMEEnglish
O Castelo de Almeida: origem medieval, reformas manuelinas e reutilização moderna Descrição

O castelo de Almeida situa-se na área central desta antiga praça de guerra da Beira, com um papel secular de defesa da fronteira terrestre portuguesa. Tratando-se de uma construção de origem medieval, sofreu importantes obras durante o reinado de D. Manuel I, sob o mando do arquitecto biscainho Francisco Danzilho, que o tornaram um dos expoentes máximos da arquitectura militar desta época, apenas comparável com as fortificações que então se erguiam no espaço além-mar. Foi depois reutilizado na época moderna como área logística de apoio à fortaleza abaluartada, até que uma explosão em 1810, no contexto da terceira invasão francesa, o deixou em ruínas. A área objecto de intervenção, que inclui também a envolvente onde se situava a igreja matriz, reveste-se assim de um grande potencial histórico e patrimonial.

Objectivos

A situação de ruína e a escassez de acções e estudos de investigação e valorização, levaram a Câmara Municipal de Almeida e o CHAM a promover um projecto de pesquisa no castelo e um programa para a sua requalificação patrimonial. Pretende-se estudar o castelo de Almeida desde as suas origens até ao presente, tentando perceber as suas várias remodelações, em estrita articulação com o aglomerado urbano circundante. O projecto é, desde a sua génese, um campo escola para os estudantes universitários em arqueologia. 

Início: 2007
Investigador Principal: André Teixeira (CHAM)


Instituições
Entidade(s) Financiadora(s)
- Câmara Municipal de Almeida

Unidade de Investigação Promotora
- Faculdade de Ciências Sociais e Humanas / Universidade Nova de Lisboa

Unidade de Investigação Principal
- Centro de História d'Aquém e d'Além-Mar / Faculdade de Ciências Sociais e Humanas/Universidade Nova de Lisboa | Universidade dos Açores