Ciclo de Conferências da Cátedra UNESCO25.11.2021
O Património Cultural dos Oceanos — SEA US 2021
15h00 (GMT) | CAN - Colégio Almada Negreiros, Sala 386 e em directo no Canal de YouTube da Cátedra Teresa Lacerda (CHAM), A Nau São Francisco Xavier, nostrilhos das Rotas da Seda

 

D. António de Meneses oi capitão-mor na nau São Francisco Xavier que naufragou na barra do Tejo, em1625. Entre os vestígios do naufrágio encontrados nas campanhas realizadas por arqueólogos do Centro de Humanidades da Universidade Nova de Lisboa, da Marinha Portuguesa e da Câmara Municipal de Cascais, encontrou-se porcelana e entre alista dos salvados existia seda. Esta nau da Carreira da Índia, como todas as outras, fazia parte de uma extensão da milenar Rota da Seda. A Goa confluíam produtos da China, que chegavam à Europa atravessando o Índico e o Atlântico.D. António, foi assim um agente activo neste trilho marítimo. Anos antes, em1615, foi nomeado capitão de um navio que ia para a Índia, mas perdeu a partidadas naus. Assim, acabou por se aventurar numa viagem por terra até Goa, onde recuperou o comando do seu navio para a viagem de regresso a Lisboa. A capitania na Carreira da Índia era de tal modo compensadora, que D. António arriscou várias vezes participar na extensão portuguesa da Rota da Seda, fazendo-o uma vez por terra. D. António teve outro papel importante na História de Portugal, foi um dos 40 conjurados que repuseram um rei português no trono,depois de 60 anos de domínio espanhol.

 

 

Organização

Cátedra UNESCO «O Património Cultural dos Oceanos

 

Apoio

CHAM / NOVA FCSH

 

Cartaz (.pdf)