PT EN
Sonoridades Eborenses
 

“Este livro inscreve-se numa temporalidade moderna, do século XVI aos tempos de oitocentos, e nele escrevem-se textos em que Évora atravessa todos os séculos. As cerimónias religiosas, os sons pela morte e aclamação do rei ou a banda no coreto durante uma visita real, o espectáculo da ópera, o carnaval e as folias, assim como músicas arquivadas são documentadas e estudadas. Conventos, ruas e praças, os palcos de rua, as capelas nas igrejas, os salões de música e de baile, as salas de espectáculo, são um ponto de partida para uma cartografia dos sons de Évora.”

 

Sonoridades Eborenses, Vanda de Sá (ed.), Rodrigo Teodoro de Paula (ed.), Antónia Fialho Conde (ed.), António Camões Gouveia (ed.), Vila Nova de Famalicão: Húmus, CHAM - Centro de Humanidades (Apoio), 2021, 335p. (Extra-Colecção).

 

 

ISBN

9789897556883

 

 

Disponível em Acesso Aberto no RUN - Repositório da NOVA (web)