PT EN
Simpósio Internacional10.05.2018 a 11.05.2018
Jaime Cortesão: escritos e geografias do exílio
09h30 | Biblioteca Nacional de Portugal | Entrada livre

 

O Simpósio centra-se na acção cívica e na obra científica que Jaime Cortesão realizou durante as cerca de três décadas em que permaneceu exilado na sequência da instauração da ditadura em Portugal e do seu saneamento compulsivo do cargo de Director da Biblioteca Nacional de Lisboa, em 1927. 

Pretende-se criar um espaço para apresentação dos mais recentes resultados da investigação realizada em torno da obra do autor de Alexandre de Gusmão e o Tratado de Madrid e da História do Brasil nos velhos mapas. Pretende-se também aprofundar o conhecimento sobre os sucessivos contextos de exílio que Jaime Cortesão enfrentou na Europa e no Brasil, com destaque para aqueles que decorreram na Espanha republicana e no Rio de Janeiro das décadas de 1940 e 1950. Esta iniciativa constituirá ainda uma oportunidade para reflectir sobre o importante legado de Cortesão enquanto editor e tradutor, assim como para analisar o estado actual dos projectos de edição da sua obra. 

Esta iniciativa é realizada no âmbito das actividades do Projecto de Investigação FCT/CAPES «Saberes geográficos e geografia institucional: influência e relações recíprocas entre Portugal e o Brasil no século XX» (CEG-ULisboa) e do grupo de investigação «Leitura e formas de escrita» do CHAM.

 

Comissão Organizadora:

 

Comissão Científica:

Contacto email: sgeograficos@gmail.com

 

 

 

Organização

CHAM / NOVA FCSH
CEG, IGOT / ULisboa

 

 

Participação

BNP

 

 

 

Cartaz | Poster(.pdf)
Programa | Programme(.pdf)
CEG-IGOT-ULisboa(Web)