IV Ciclo de Conferência25.03.2021
Literatura Escrita por Mulheres
online - Zoom Representação das mulheres numa colectânea de contos luso-americanos de Katherine Vaz, por Isabel Oliveira Martins (Universidade Nova de Lisboa)

 

​No final do século 20, vários escritores americanos de ascendência portuguesa conquistaram um lugar de alguma relevância nas letras americanas. Katherine Vaz, uma luso-americana de segunda geração, é uma das mais reconhecidas vozes. A sua segunda coletânea de contos, Our Lady of the Artichokes and Other Portuguese-American Stories (2008), entrelaça vários lugares e trajetórias geográficas dentro e fora dos Estados Unidos. Ao fazê-lo, Vaz recupera elementos da cultura portuguesa, incluindo tópicos relacionados com o papel da mulher dentro ou fora das comunidades luso-americanas e como lidaram com a sua situação de imigrantes “forçadas”.​

O homem teve um papel de destaque nas comunidades luso-americanas, visto que foram eles que, na maioria das vezes, tomaram a iniciativa de emigrar, os que providenciaram as necessidades materiais básicas, e que posteriormente chamariam as mulheres. De um modo geral, estas eram as suas prometidas, noivas ou mulheres que estavam destinadas a ser as mães dos seus filhos e, portanto, seriam confinadas ao ambiente doméstico onde o seu papel poderia ser central, mas também limitado não apenas pela cultura dominante, mas pelos seus próprios compatriotas e as suas crenças enraizadas. Pretendo apresentar a representação que Vaz faz das experiências das mulheres nas suas narrativas e verificar se o retrato construído por Vaz aponta para um enquadramento diferente do papel da mulher na sociedade.

Isabel Oliveira Martins é docente na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa. Lecciona, desde 1983, nas áreas de Literatura Norte-Americana e Tradução Literária. Investigadora do Centro de Estudos Ingleses, de Tradução e Anglo-Portugueses (CETAPS) e do CEAUL (Centro de Estudos Ingleses da Universidade de Lisboa), a sua investigação abrange as áreas dos Estudos Americanos e Luso-Americanos, Estudos Anglo-Portugueses, nomeadamente Literatura de Viagens e Tradução Literária, sendo membro do PEnPAL in Trans, projecto colaborativo interinstitucional de tradução literária aplicada em plataforma digital, tendo como objecto escritores luso-americanos.

 

 

Comissão Organizadora

Isabel Araújo Branco (CHAM)
 

Organização

CHAM / NOVA FCSH

 

Mais informações (web)