PT EN

No CHAM olhamos o nosso mundo comum através da lente das humanidades, com o foco no projecto estratégico “Repensar as Fronteiras” no qual as fronteiras são conceptualizadas como uma zona intersticial de entidades definidas em termos históricos, físicos e ontológicos, investindo em dinâmicas internas e internacionais de investigação, inovação, extensão e comunicação científica.


Neste que é o Centro de Humanidades da NOVA FCSH estamos em permanente contacto com diversos pontos do globo, seja através de projectos de investigação seja por meio das nossas redes de cooperação e intercâmbio de investigadores, docentes e estudantes. Estimulamos, entre outros aspectos, a procura de formas diversificadas de financiamento que incluam fundos nacionais e europeus, mas também a sociedade civil. Investimos na formação avançada, no acesso aberto, na disseminação de excelência e na comunicação para públicos diversificados, além da academia.


Trabalhamos em diferentes espaços geográficos e empregamos uma perspectiva plural na investigação que fazemos assim como na extensão à sociedade. Para isso abordamos questões históricas e atuais de um modo dialógico, através de uma investigação de ponta, transcultural e global. Num ambiente multicultural e colaborativo, o centro reúne investigadores de diferentes origens e com diversas formações, os quais posicionam os seus projetos num plano de cruzamento das humanidades com outros domínios do conhecimento, como o das ciências médicas, da natureza e das artes.